Eduardo Cunha chora ao renunciar presidência da Câmara

on

Afastado do cargo desde 05 de maio, por uma decisão do STF, o Deputado Federal Eduardo Cunha renunciou hoje (07), a presidência da Câmara. Ele também suspendeu o mandato de parlamentar por tempo indeterminado.

Durante o pronunciamento oficial no Salão Verde da Câmara, Cunha foi vaiado. Durante o discurso, chorou ao mencionar a família, que segundo ele, foi alvo de perseguições.

Antes de ler a carta de renúncia, Cunha precisou fazer uma comunicação prévia ao Superior Tribunal Federal. O parlamentar disse ainda que está pagando um alto preço por ter dado início ao impeachment.

Cunha afirmou ter tomado esta decisão após apelos de apoiadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 16 =